sábado, 21 de abril de 2007

Poesia, xadrez, matemática

A educadora Tania Mara Gonçalves de Campinas-SP é destaque no site www.clubedexadrez.com.br com sua poesia "O xadrez e o ensino de matemática".


Minha maior dificuldade escolar,
É perímetro e área calcular,
Não consigo me concentrar e estudar
Então desesperado para atingir a nota,
Começo a decorar...
Sei que este não é o caminho,
Pois a matemática eu preciso dominar,
Então, procurei auxílio em livros
Para minha dúvida de uma vez sanar!
Precisava de algo a mais que teoria,
Pois o conteúdo não conseguia assimilar
Ao desabafar com a professora,
Motivada por minha vontade de aprender se propôs a me ensinar!
Ela pegou o tabuleiro
E usando o quadriculado começou a desenhar,
Disse que eu teria que ser esperto
Pois o castelo do rei iria reformar!
Com muita calma calcularia o espaço,
Para os pisos de ouro o rei comprar,
E imediatamente com muita empolgação,
Peguei minha trena e comecei a medir o chão!
O bispo me acompanha
Até chegar a sua majestade
O rei me orienta a agir com precisão,
Pois quer antes da compra realizar uma cotação.
Ciente do meu trabalho,
Digo que me empenharei para dar andamento na construção,
Feliz com meu empenho o rei coloca a sua cavalaria
Para ficar à minha disposição!
Após muito trabalho
Rapidamente confiro as anotações linha por linha
E o processo do cálculo matemático
Descrevo para a rainha:
De “b2” a “g2” tenho uma base de 92
E de “g2” a “g7” minha altura é de 42
Respeitando as medidas de um retângulo
Minha figura geométrica é minha aliada
É por ela que agora te passo as coordenadas
Para calcular a área do retângulo
O valor da base multiplico pela altura,
E graças a esta figura
Sei o tamanho do espaço que vou colocar
Os pisos de ouro para o castelo do rei enfeitar!
O perímetro desta área
É simples não tem como errar:
São as somas de todos os lados
Que é a região externa que as paredes estão a ocupar...
E com todos estes dados
Fica fácil o piso comprar
E com o custo da obra,
O rei prevê quanto irá precisar
E não será mistério o quanto a reforma irá custar!
E por fim, concluo o meu trabalho
É gratificante poder ajudar
Fico parado a espiar
Os peões empenhados a trabalhar...
E com um grande beijo
Agradeci a aprendizagem que a professora pôde me proporcionar,
Com muito carinho e criatividade
Utilizou o jogo que eu tanto amo a fim de me motivar
Permitindo que conhecimentos matemáticos eu seja capaz de dominar.

post by Ellen Giese

Um comentário:

kaly disse...

DESTINADO A TÂNIA MARA...
"MUITO BONITA A POESIA, COM A MAIOR DAS SIMPLICIDADES ESCREVES-TES E DECIFRAS-TES AS LINHAS DO TABULEIRO COM O INTUITO DE PROPORCIONAR UM APRENDIZADO CRIATICO E EFICAZ, DE EXTREMA BELEZA ASSIM COMO "UM TABULEIRO FEMININO"